Sustentabilidade, Todas

Flora e Fauna Lajedo | parte 1

23 de fevereiro de 20121 comentário.

O “estudo da fauna e flora do Lajedo” foi feito em 1998 pelo naturalista Luiz Carlos Gurken – em conjunto com a bióloga Claudia Magalhães Vieira. Esse levantamento foi encomendado pelo proprietário do Lajedo, Ugo Medeiros, por ocasião da aquisição do terreno anexo e ampliação da área da propriedade para 330.000 m2, com 70% de Mata Atlântica integrada ao Maciço da Pedra Branca.

Nossos agradecimentos ao Gurken, in memoriam, e à Claudia por este valioso material que ganhou sentido prático mais recentemente com as contratações de uma consultoria de paisagismo e de uma engenheira agrônoma para a equipe Lajedo. Nossos projetos na área de jardim e horto se beneficiam desde 2010 de todo o esforço dos dois pesquisadores que, à época, adentraram a mata por semanas e meses a fio para que nós pudéssemos conhecer – e preservar – o “tesouro verde” do nosso espaço.

Vamos ao estudo!

 

Levantamento da Flora e Fauna do Lajedo
Luiz Carlos Gurken
Claudia Magalhães Vieira

Introdução

A evolução do processo cultural tem isolado cada vez mais o homem do contato com ambientes naturais, obrigando-o a conviver num ambiente urbano nem sempre provido de áreas vegetadas. O complexo urbano, em seu crescimento desenfreado, está de vários modos tornando-se menos adequado à vida humana. Torna-se, portanto, premente a necessidade da existência de áreas próximas aos centros urbanos onde as pessoas possam afastar-se momentaneamente das conhecidas “doenças das grandes cidades” – violência, tensão, alta competitividade e conflitos de toda ordem. Nesse contexto destaca-se a importância de empreendimentos como o Lajedo, que possibilita uma integração entre eventos e meio ambiente, permitindo às pessoas desfrutar da natureza sem abdicar de serviços e conforto.

O Lajedo abriga remanescentes florestais de notável beleza e importância, constituindo-se num patrimônio de grande riqueza biológica. Nesse âmbito, o conhecimento desta biodiversidade, através do estudo da composição florística e faunística da região, constitui-se na base de um processo que tem por finalidade aproximar as pessoas dos seres que compõem o ambiente natural, ampliando a percepção de que todos os elementos vivos, desde o pequeno inseto à majestosa palmeira, têm sua importância na dinâmica dos ecossistemas naturais. Tal conhecimento abre caminhos para uma nova consciência, que procura levar as pessoas a refletir sobre a preservação e vislumbrar possibilidades de mudança e melhoria na qualidade do ambiente humano.

Histórico da Região

O Lajedo situa-se no Maciço da Pedra Branca, que por sua vez é parte integrante da Serra do Mar. A região era outrora habitada por índios Tupinambás, que já se encontravam aqui desde o período neolítico – mais de 3500 anos atrás. As montanhas do Maciço da Pedra Branca eram então ricas em caça e frutas para os índios, mas com a fundação da Cidade do Rio de Janeiro, em 1565, a região começou a ser explorada. Por volta do século XVI começaram os desmatamentos para extração de carvão e cultivo de café. Outras culturas vieram com os colonizadores e escravos, como o plantio da banana e da jaca.

No livro “O Sertão Carioca”, o jornalista Magalhães Correa descreveu, em 1936, a região de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Maciço da Pedra Branca. Conta que, nos primeiros anos da República, ainda se caçava em Jacarepaguá onças, porcos-queixada e jacarés.  O livro mostra, em uma crônica da época, os hábitos e aspectos da região, referindo-se a pescadores, caçadores, canoeiros, cesteiros e oleiros.

Atualmente, o Maciço da Pedra Branca constitui reserva florestal, o Parque Estadual da Pedra Branca (considerado o maior do mundo em área urbana). A região de preservação ambiental, de 125 km2, abriga plantas e animais típicos da Mata Atlântica e preserva os mananciais de água. Alguns projetos do Instituto Estadual de Florestas propõem realizar futuramente a recuperação florestal da região e implantação efetiva do Parque.*


*informações do último parágrafo referem-se ao ano de 1998. Indicamos dois sites para atualização dessas informações: http://www.parquepedrabranca.com/ e 
www.inea.rj.gov.br/unidades/pqpedra_branca.asp

 

 

Compartilhar:

1 Comment

  • MARISTELA DANTAS 03 mar, 2012

    a maior riqueza já vista!!! um luxo, um tesouro!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Assine a nossa newsletter
Receba as novidades do nosso espaço