Lajedo adere ao movimento #NãoDemita

É uma grande satisfação comunicar que o Lajedo faz parte do movimento #NãoDemita, uma iniciativa que convoca empresários do país a não demitir seus funcionários durante a crise causada pela pandemia de coronavírus.

E por que não demitir?
Existem duas razões principais para nós:

1 – Responsabilidade social – um de nossos valores.
Somos responsáveis pelo emprego direto de 55 famílias e o momento é de acolhê-las.

2 – Manutenção da cultura empresarial
Ugo Medeiros, fundador do Lajedo, sempre dizia: “a empresa somos nós”. Estamos completando 30 anos em 2020, com muitos colaboradores com mais de 10, 20, 25 anos de casa e alguns com quase 30. Todos eles ajudaram a construir o que a empresa é hoje. Eles são a empresa também.

A visão do Lajedo é que toda vez que você dispensa alguém, você também desconstrói um pouco a empresa. Nós queremos evitar ao máximo isso.

Acreditamos no nosso negócio. Acreditamos que daqui a algum tempo vamos retornar à “normalidade”. E entendemos que nada melhor do que contarmos com nossos próprios colaboradores para continuar a escrever nossa história de sucesso.

Empresas participantes do movimento Não Demita

E como conseguir não demitir nesse momento de crise?
Toda empresa tem que ter uma administração responsável. Tem que estar preparada para as adversidades que podem acontecer. E a gente sempre teve uma gestão que enxerga esses riscos. É um legado do nosso fundador.

O Lajedo, felizmente, é uma empresa estruturada, com fundos de reserva previstos para esse tipo de situação.

Esperamos que, em breve, estejamos realizando eventos e que, todos, as suas atividades. Por enquanto, #fiqueemcasa, e, se puder, #naodemita.

Abraços,

Ugo Salema
diretor-presidente do Lajedo

………………….

Durante o período de quarentena, o Lajedo está funcionando com uma equipe mínima de manutenção no local e um plantão de atendimento telefônico de 8h às 14h (21 2435-9292).

A equipe de vendas está em home office, atendendo através de todos os canais virtuais. Estamos em total atividade, enviando propostas, apresentações e realizando reuniões via aplicativos.

Visitas, se necessárias, podem ser agendadas. Mas sugerimos um tour virtual enquanto a recomendação for ficar em casa.

#atualização
A partir de 10 de agosto de 2020, os eventos de negócio foram autorizados. E em 1º de outubro foram liberados os eventos sociais e confraternizações. Dentro das regras de ouro da prefeitura do Rio de Janeiro (distanciamento e uso de máscaras).

Compartilhe este post

Comentários

Pesquisar
Seguimos
Receba nossas notícias